Tag: Metal BR

Ego Kill Talent lança novo clipe e anuncia álbum
Vídeos

Ego Kill Talent lança novo clipe e anuncia álbum

https://youtu.be/-JFEi2e9hus Se você acompanha as notícias, já percebeu que março é o mês dos lançamentos de álbum. Quem também vai lançar disco é a Ego Kill Talent (SP), que traz forte influência do heavy metal e que cada vez mais torna-se conhecida na gringa. No dia 19 de março chega ao mundo “The Dance Between Extremes”, parte final de três lançamentos, iniciados com os EPs “The Dance” e “The Dance Between”, ambos lançados em 2020. Para criar mais ansiedade nos fãs, o quarteto lança o clipe “Deliverance”.  “‘Deliverance' foi escrito durante a primeira fornada de músicas. Contém uma vibe mais dark, sonoramente falando, o que eu acho bem legal. Conta com guitarras poderosas, grandes refrões e um groove maravilhoso”, define Jonathan Dörr, vocalista, em comunicado à imprensa. ...
Notícias

Hranice Abyss e seu metal acadêmico em single de estreia

  Adorno, Horkheimer, Nietzsche, Bauman e Baudrillard influenciaram a criação de “Violation of Human Condition”, o single de estreia brutal da Hranice Abyss (SP). A banda conta com diversas influências musicais, indo de The Black Dahlia Murder ao Slayer, incluindo também Slipknot, Dream Theater e Meshuggah, entre outros. O single “Violation of Human Condition” é a estreia da Hranice Abyss, que antecipa o EP “Aphagy”, com previsão de lançamento para ainda este ano. https://youtu.be/DNJu60iIA7I A mistura de death metal e deathcore do trio chamou a atenção do METAL SIRIUS quando os músicos decidiram unir letras reflexivas a um som brutal. De acordo com o comunicado à imprensa, a Hranice Abyss traz questões filosóficas a respeito da indústria cultural, criadas por Adorno e Hork...
Resenhas

E o disco da Nervosa, hein? Resenhamos para você

  No fim de janeiro a banda Nervosa (SP) lançou o seu mais novo e aguardado álbum, Perpetual Chaos. O lançamento é um reboot no quarteto de thrash metal, que passou por altas tretas após a saída de Fernanda Lira (voz e baixo) e Luana Dametto (bateria), no início de 2020. Do caos que poderia ser perpétuo nasceu um som revigorante, pesado e poderoso, como se a cada riff, a cada grito, saísse um pouco do que nos faz mal. Durante uma pandemia, não consigo pensar em nada melhor para ouvir. Durante o período de divulgação de “Perpetual Chaos”, a Nervosa lançou um documentário em quatro partes, disponível no canal da Napalm Records, que conta todo o processo de gravação do disco. “Foi uma experiência maravilhosa com essas meninas, que são todas muito talentosas e fizeram um excele...
Vídeos

O recomeço é feminino em novo clipe da Dark Valley

Já dizia Beyoncé, quem governa o mundo somos nós, mulheres. E é a partir desta força feminina, tão subestimada pelos tolos, que a Dark Valley (RS) lançou o EP “Tales from Dark Valley” e agora reforça a mensagem com o clipe “Rebirth”. Liderado pela vocalista Ana Carla de Carli, o vídeo conta com a participação de Melissa Ironn (responsável pelos arranjos do EP), Loraine Santos (estilista de moda e dançarina) e Martha Buzin (fotógrafa especializada em performance ritual e arte cemiterial). Gravado no belo Jardim Botânico de Porto Alegre, a ligação entre mulheres e natureza (duas forças incontroláveis) se tornam uníssonas em seu poder. É assistir e comprovar a beleza estética e, claro, musical, de “Rebirth”.   Muito além da sororidade encarnada na tela, o lançamento do clipe de “Rebi...
Notícias

CrowHead lança single que une grunge, stoner e metal

A estrada dos sonhos chegou para os caras da CrowHead (RJ) em 2021 com o single “Road Dream”. Unindo influências do stoner, grunge e heavy metal, o som é puro suco de anos 90, vai ver até por isso a estreia da banda foi em um show do Gangrena Gasosa, uma das bandas ícones do rock independente dos anos 90 no Rio de Janeiro. Entre as influências musicais para criar o seu groove metal estão Pantera, Soundgarden, Sepultura, Helmet, Corrosion of Conformity e Slipknot. Com pouco mais de um ano de estrada, a CrowHead  já conta com quatro singles: “Crank the Noise”, “Judged by Time”, “Living Hell” e “Mirror”, músicas pesadas e densas, que convidam o ouvinte a reagir e interiorizar os debates trazidos nas letras, que vão de dependência química à depressão e ansiedade. A CrowHead é formada pelos...
Vídeos

Fenrir’s Scar une o bonde do Metal BR em novo clipe

“Nolite te bastardes carborundorum” A frase marca quem lê (ou assiste a série) The Handmaid’s Tale, traduzida no Brasil como “O Conto de Aia”. Em um latim meio improvisado, a frase foi explicada pela autora, Margaret Atwood como “Não deixe os bastardos te derrubarem”. A mesma força que a frase deu para a personagem principal, também fez com que a banda Fenrir’s Scar (SP) lançasse o clipe para o single Break The Wheel. O vídeo conta com mais de 40 participações, entre apoiadores da banda, amigos, comunicadores e integrantes de outras bandas de metal.   “Break The Wheel é sobre revolta e revolução. Mas também sobre empoderamento. Procuramos dessa forma ressignificar a mensagem da música e ao mesmo tempo estar mais próximos do nosso público e amigos, gerando esse senso de comuni...
Resenhas

A espera acabou: ouça o novo EP da Aetherea

Quem acompanha o cenário do metal independente brasileiro já ouviu falar da Aetherea. Sempre presente quando o assunto é metal sinfônico de qualidade (e afinado!), a banda de São Paulo acaba de lançar o seu EP de estreia, Look into My Eyes, com três faixas. O trabalho antecipa o primeiro disco, Through Infinite Dimensions, que tem previsão de lançamento ainda para este primeiro trimestre. As três faixas representam os caminhos diferentes que a Aetherea percorreu para chegar ao som que nos apresenta neste compacto lançado ousadamente no dia 31 de dezembro de 2020. Formada por Jessica Sirius (voz), Rodrigo Mello (teclado), Paulo Lima (bateria), Vitória Bicaglio (baixo) e Fábio Matos (guitarra), a banda é fortemente influenciada por nomes como Epica, After Forever, Kamelot, Blind Gua...
Entrevistas

Riqueza, inveja e luxúria: Confira entrevista com Mortifer Rage

Um dos clipes mais bonitos que assisti em 2020. Este é o “Touch of Blood”, da banda de death metal, Mortifer Rage (MG). Fala sobre riqueza, inveja e luxúria, tudo em uma estética muito bela e simples, mas repleta de significados. A leveza da dança que se encontra com a agressividade do som, o barro laranja que se encontra com o som pesado. O clipe falava, gritava, e eu soube ali que deveria conversar com os músicos do grupo mineiro. De acordo com o baixista e vocalista, Carlos “Pira”, a música fala sobre a ganância do ser humano e os efeitos devastadores que a prática causa nele mesmo e no planeta. “Em analogia ao rei Midas, que era um ganancioso contumaz, e por ser assim caiu em desgraça, tudo que o homem toca, movido pela ganância é destruído. O conceito é o que a prática g...
Entrevistas

Conversamos com a April 21st sobre impactante novo clipe

Em tempos de tanta violência, de tanta mentira, é na música que a gente encontra algum motivo para continuar seguindo em frente. Isso acontece com quem é fã, isso acontece com quem é músico. E foi com o sentimento de que somente juntos venceremos, que a April 21st (MG) lançou o single e clipe “We Are the Difference”. E o impacto foi tanto que decidi que queria escrever sobre o vídeo e conversar com a banda. O resultado dessa procura você acompanha abaixo, com a conversa que tive com os músicos. https://youtu.be/SYvEcx6EfvM Na primeira ouvida você já sabe que “We Are the Difference” é uma música agressiva, que joga a energia lá pra cima. Diferente das outras canções da April 21st, como as presentes no EP “Remains” (2018) e o singles “Resilience” (2019) e “Coldest July” (2020), esta ...
Notícias

Fratura homenageia o metal extremo clássico em EP

Em todos estes anos, nesta indústria vital, nunca presenciei uma banda independente com menos de um ano de vida lançar dois discos. Mas 2020 chegou e me provou que tudo é possível, e funciona! Em novembro a banda Fratura (SP), formada por apenas um músico que não se identifica, lançou o seu EP chamado “Orff Infernalis”, latim para Inferno Desconhecido. O lançamento do selo Electric Funeral Records sucede o álbum de estreia, “Corposeco”, também lançado este ano. Com velocidade, cadência, brutalidade e atmosferas densas, as sete faixas atraem quem curte o som de bandas clássicas do thrash, death e black metal. Ao misturar os riffs arrastados do doom, com a velocidade do punk e as letras raivosas do black metal, a Fratura mostra o seu poder. Tal como o disco de estreia, o EP foi gravado ...