Mercy Shot dá ‘tiro de misericórdia’ na mesmice em EP de estreia

Mercy Shot – Prelude to Judgement (capa)

Sim, eu sei que o meu título foi infâme. Mas entenda, foi para chamar a sua atenção para ouvir o EP “Prelude to Judgement”, da Mercy Shot (SP). Três faixas e três pequenos mundos sonoros repletos de atitude, peso e riffs poderosos. De acordo com o comunicado à imprensa, o quinteto traz entre as suas influências o progressivo, o power metal e o punk rock. O lançamento sai nas plataformas de streaming via Canil Records.

 

A faixa de abertura do EP, “Sink and Thrive” é o tipo de música que você espera ouvir depois de um dia estressante. Cada nota executada na guitarra é um convite a empoderar-se e não desanimar. Já em “Enemy and Ally”, a influência do punk rock aparece na introdução, que junto do heavy metal, você sabe muito bem o que gera: um hard rock em crescendo. Você achou que, tendo uma mulher como vocalista ia aparecer a canção balada, leve e emocionante? Achou errado, otário. “Deceiver” é a faixa que fecha com chave de ouro o EP “Prelude to Judgement”, que mostra a habilidade vocal de Karina, que não tá aqui para brincadeira. Te dizer que o vocal me lembrou um pouco a boa época de Kittie (#saudades).

 

O EP “Prelude to Judgement” contou com produção de Wagner Meirinho, enquanto a gravação, mixagem e masterização rolou na Loud Factory. A arte da capa é de Banca. A Mercy Shot é formada pelos músicos Karina Menasce (voz), Roger Katt (bateria), Flávio Pintinha (guitarra), Fabrizzio Hanoi (guitarra) e Andrews Einech (baixo).

 

Siga o METAL SIRIUS nas redes sociais

Instagram Facebook Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *