Metal em gaélico: confira a entrevista com a Angelique

Angelique – Am Beannachadh Bealttain (capa)

As inspirações que influenciam a música da Angelique (RJ) são muitas: vão desde festivais pagãos à literatura irlandesa, e claro, o metal sinfônico. Em entrevista com o vocalista da banda, Beltane Tristesse, conversamos sobre o single em gaélico “Am Beannachadh Bealttain”, que em tradução livre para o português significa “A Benção de Beltane”, e descobrimos mais detalhes sobre a canção.

Primeiro é importante contar que, de acordo com Beltane, a letra em gaélico não foi algo planejado. A canção na verdade é um texto irlandês chamado “Am Beannachadh Bealttain”, presente no livro “Carmina Gadelica”. O escrito fala sobre a gratidão pela colheita farta, pelos resultados de um ano duro de trabalho e pela proteção da família.

“Não foi algo planejado. Na verdade isso ocorreu por conta de uma observação feita acerca do fato da faixa não ter recebido um título logo que foi composta. E como essa faixa seria a minha música solo, e não havia sido ‘batizada’ ainda, ela recebeu, internamente, o apelido de ‘música do Beltane’, e isso me deu a ideia de pesquisar a respeito do Sabbath de onde foi tirado o meu nome artístico.”, relembra Beltane.

O texto que se tornou a letra foi encontrado pelo vocalista durante a pesquisa sobre o festival Beltane, realizado em maio no hemisfério norte, e em outubro hemisfério sul. Durante a entrevista, Beltane conta que a ideia inicial era que cada um dos três vocalistas tivesse uma música solo, para que assim o artista pudesse mostrar todo o seu potencial.

“Esse single, particularmente, foi inteiramente composto pelo Jonathan Dimithri (líder e compositor da Angelique) para a minha voz, e ele levou em consideração o amor profundo que eu sinto pela estética mais lenta e etérea do Doom Metal, e assim nasceu uma das minhas músicas favoritas do álbum.”, elogia Beltane.

Com uma bela estética musical, o single “Am Beannachadh Bealttain”, da Angelique, sucede as canções “A Dream of Osiris” (2019), “Fallen” (2020), “The Seven Principles of Kybalion” (2020), “My Devotion” (2020), “My Own Enemy” (2020) e “Desert of Deceits” (2020). De acordo com Beltane, a ideia com esta música é trazer uma reflexão sobre o agradecimento:

“Basicamente, é mostrar ao ouvinte que a gratidão é um sentimento que vale a pena cultivar e disseminar. Que todo trabalho feito com responsabilidade e amor tem, como ‘recompensa’, algo muito maior e mais valioso que bens materiais ou financeiros: valores morais e éticos, além de bom convívio familiar e em sociedade.”, analisa Beltane.

A foto da capa do single “Am Beannachadh Bealttain” é uma imagem presente em um arquivo de fotos gratuitas, que contou com edição de Beltane Tristesse. A canção é uma composição de Jonathan Dimithri, com composição das melodias vocais por Bruno “the Bard” Silva. A produção, gravação, mixagem e masterização foi de Rafael Luís, do estúdio Dragon Quarter Audio. A Angelique é formada por Beltane Tristesse (voz), Jonathan Dimithri (guitarra), Bruno “the Bard” Silva (baixo), além de Camila Oliveira (voz), Lincoln Lopes (voz), John Vasques (teclado e piano) e Guilherme Ramos (bateria).

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *